Páginas

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Lobão, Bene Barbosa e Nelson Barretto: desarmamento civil e situação do campo


 


1462874_1406147809620596_1154000561_n

Os convidados de Lobão deste domingo, dia 17 de novembro de 2013, 22 horas ao vivo são ilustres, como sempre. Bene Barbosa vai aprofundar o assunto iniciado domingo passado, as tentativas de colar definitivamente um alvo na testa do cidadão de bem deste país. Nelson Barretto vai nos falar sobre a situação do campo no país nesta era PT/Foro de São Paulo. Breve apresentação de nossos convidados:

Bene Barbosa

Professor, bacharel em direito, especialista em segurança pública, autor de quase uma centena de artigos publicados nos principais jornais do país, fonte para centenas de reportagens e entrevistas e um dos coordenadores da campanha vitoriosa do referendo de 2005, uma famigerada campanha (des)governamental para desarmar a população de bem deste país. Presidente do MVB, Movimento Viva Brasil, em http://www.mvb.org.br.

Nelson Ramos Barretto

Jornalista, escritor e conferencista. Autor do best-seller Reforma Agrária - o mito e a realidade. Formado pela Universidade de Brasília. É colaborador e jornalista responsável da conceituada revista católica Catolicismo, e da Agência Boa Imprensa. Também escreveu A Revolução Quilombola – guerra racial, confisco agrário e urbano, coletivismo e Trabalho Escravo, nova arma contra a propriedade, entre outros.

 

Livros escritos por Nelson Barretto:

Reforma Agrária – o mito e a realidade 
Preocupado com a questão agrária, Barretto empreendeu diversas viagens pelo Brasil para estudar os assentamentos dos mais variados rincões. Considerada a melhor radiografia dos assentamentos de Reforma Agrária.

Trabalho Escravo, nova arma contra a propriedade privada 
Alerta para a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 438/01) que prevê a expropriação sumária (sem indenização) da terra onde haja "trabalho escravo", uma ambígua figura jurídica que abre caminho para qualquer arbitrariedade contra os proprietários rurais.

A Revolução quilombola – guerra racial, confisco agrário e urbano, coletivismo 
Um decreto presidencial começa a agitar muitas regiões do Brasil, provocando divisão e conflito racial, ao mesmo tempo em que desfecha mais um golpe contra o direito de propriedade de terras devidamente escrituradas e em plena produção.


Juntamente com Paulo Henrique Chaves escreveu os livros:

Reforma Agrária semeia assentamentos, assentados colhem miséria e desolação
Outro best seller que condenou os assentamentos da Reforma Agrária através do depoimento dos próprios assentados.

Tribalismo Indígena, ideal comuno-missionário para o Brasil no século XXI – 30 anos depois
Ofensiva radical para levar à fragmentação social e política da nação. (Em colaboração). – Uma reedição da obra de Plinio Corrêa de Oliveira denunciando com três décadas de antecipação o verdadeiro tsunami demarcatório de terras indígenas que atropela o direito de propriedade através de simples decretos e portarias, somando já 13% do território nacional.

AGROPECUÁRIA – Atividade de alto risco
Denuncia as várias ameaças ao produtor rural: ameaça do MST, ameaça quilombola, ameaça indígena, ameaça ambientalista, ameaça dos “índices de produtividade”, feita a propósito da mentira do “trabalho escravo”, do uso político do georreferenciamento.




Lobão Entrevista informa: permitida publicação/divulgação em qualquer meio de comunicação em todo e qualquer formato

55 comentários:

  1. Gostaria de perguntar ao Bene como seria uma proposta factível para facilitar o porte legal de armas no Brasil? Não seria o caso de reorganizar o pacto federativo e as legislações penal e civil de modo que cada estado possa decidir livremente a questão? Dado o resultado no plebiscito de 2005, teríamos que trilhar este caminho, enfatizando sempre que não há relação nenhuma de causa e efeito entre a quantidade de armas de fogo legais e crimes cometidos, vide comparativo Brasil e EUA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SITE QUE TEM BANDIDOS PRESIDIÁRIOS MENSALEIROS COMO COLUNISTAS E SOBRETUDO COMO ÍDOLOS, QUER A PRISÃO DE DANILO GENTILI - DIZ QUE ELE DEVIA SE EXPLICAR NA CADEIA!
      http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2013/11/site-que-tem-bandidos-presidiarios.html

      Excluir
    2. Estou convicto que o PSDB não é o ideal de um partido da direita que tanto queremos no Brasil, mas diante do comunismo radical da esquerda petista, concordo com o Rodrigo Constantino quanto a isso. Creio que seria interessante -- até por uma questão estratégica -- decidir encabeçar a candidatura do PSDB à presidência. O que vcs acham? Não seria hora de considerar essa posição estratégica da nossa direita? Abraços.

      Excluir
  2. Diante de tudo que está acontecendo, o que mais me preocupa é o MCI (Marco Civil da Internet) mas não sei se seria um assunto pertinente à este hangout, em todo caso, fica a sugestão.
    Trabalho na área de informática e vejo a questão da obrigatoriedade dos dados dos brasileiros serem armazenados em data centers no Brasil quase que monopolizar as discussões, mas isso é "boi de piranha", pois o que o PT quer é a Neutralidade (Art. 9, § 3): onde diz “ … é vedado ao provedor de conexão bloquear, monitorar, filtrar ou analisar o conteúdo dos pacotes de dados. ...” significa que os provedores deverão permitir qualquer tipo de tráfego de rede, inclusive vírus, “Cavalos de Troia” e assemelhados. Mas os hackers serão a menor de nossas preocupações pois será o Governo que irá nos espionar, ainda mais com a implantação do RIC (Registro de Identidade Civil). Aquela carteira de identidade com chip que funcionará como um CRM (Gestão de Relacionamento de Clientes), só que os "Clientes" seremos nós e o governo saberá tudo a respeito de nossas vidas. Um verdadeiro "Big Brother Bolivariano", e este "pacote software" (made in Cuba) já está pronto e sendo implantado na Venezuela e Argentina.
    Ainda mais grave e urgente são as eleições 2014. Todo mundo está preocupado com a confiabilidade da urna eletrônica mas a fraude se dará na internet. Sem que se possa monitorar, filtrar ou analisar o conteúdo dos pacotes de dados, programas fraudadores seriam indetectáveis e interceptariam as transmissões de dados durante a totalização de votos, alterando o resultado. Isso já foi feito nas eleições de 2012 e Cuba nos últimos anos, desenvolveu a tecnologia necessária para fazer isso.
    Fraudar a urna eletrônica seria "deixar o rabo preso" pois uma auditoria detectaria a fraude. Via internet seria similar a fraude, dos boletos bancários, onde o dados impressos no boleto estão todos corretos, mas o código de barras impresso foi alterado antes de imprimir e quando passar pelo leitor de código de barras irá mandar o dinheiro para outra conta.
    Será que é por isso que o governo está desesperado para aprovar a neutralidade sem alterações no texto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queremos muito fazer um hangout sobre o MARCO CIVIL, o problema tem sido a disponibilidade de nossos contatos. Talvez façamos quinta-feira, outro programa NO Lobão Entrevista, e o assunto seja este.

      Abraços, obrigado.

      Excluir
    2. Muito boa sugestão...afinal é um assunto pertinente....

      Excluir
  3. Nelson, o MST é apenas uma quadrilha de arruaceiros ou é uma organização terrorista?

    ResponderExcluir
  4. Quais são as ONG's que financiam o MST e como se dá o esquema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo Simon: Como sabemos o Brasil é uma potência do agronegócio e a oferta desses produtos influenciam os preços e a concorrência no mercado internacional. Se a oferta de produtos brasileiros no mercado internacional diminuir os preços tendem a aumentar, acredito que esse pode ser um dos motivos no interesse em financiar o MST.

      Excluir
  5. A revolução Russa de 1917 começou com uma reforma agrária estatizada. Onde estão localizados os campos de formação de guerrilheiros do MST.

    ResponderExcluir
  6. Se as notícias não circulam, como é que as pessoas vão ter opinião sobre elas? O Marco Civil da Internet não seria um "desarmamento virtual"?

    ResponderExcluir
  7. Boa noite.

    1- Vocês acham que há o risco de uma guerra civil?

    2- Lá por 2010 a Vene uela comprou cerca de cem mil fu is para suas forças armadas e a sua milicia. A escusa foi que se tratava de renovação de material.Vi no youtube que Graça Salgueiro afirma; numa palestra, que as armas substituídas foram parar no Mato Grosso e estão lá, escondidas, esperando a hora para serem usadas.
    Vocês têm alguma informação a respeito?

    3- Não sei se a pergunta procede mas, penso que as urnas eletrônicas serão usadas para "cadastrar" quem votou contra o PT e poder usar isso num futuro breve.
    Poderiam comentar algo a respeito?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  8. Lobão,
    mais uma vez quero que o sucesso de suas ações, intervenções e tudo mais seja amplo, geral e irrestrito.
    Quero mais é que para um petista fujão, ou outro, abilolado fantasiado de "herói", ou ainda, para os canalhas de São Bernardo, para os vigaristas dos Coletivos, ou ainda, para os baianos transvestidos de Greta Garbo exista sempre os dentes de um lobo.
    Parabéns pelos convidados.

    ResponderExcluir
  9. Muito legal os hangouts do Lobão. Queria ver o Pondé, o Azevedo, o Mainardi, o Nunes e novamente o Gentili, o Constantino e o Olavo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ....SEM ESQUECER TBM DO PAULO EDUARDOMARTINS..REPÓRTER PARANAENSE!

      Excluir
  10. Gostaria de saber como ficou o caso da Raposo Serra do Sol?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outro ponto importante, a existência de grupos estrangeiros influenciando a opinião das lideranças indígenas, que podem por exemplo pedir a autonomia do território de Roraima e se a ONU apoiar e o território deixar de pertencer ao Brasil ele vai estar livre para ser explorado por outros países e os povos indígenas que estavam em uma situação ruim sob a "tutela" do governo brasileiro provavelmente estarão numa situação pior. Não podemos ser ingênuos e acreditar que o interesse internacional sobre a Amazônia seja meramente "ecológico".

      Excluir
  11. gostaria de saber a opinião do Bene Barbosa, em relação aos casos de adolescentes "atiradores" nas escolas americanas, e qual a relação dessses atos com a liberação do porte de arma nos eua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Já escrevi diversos artigos sobre o tema, além de algumas entrevistas. http://mvb.org.br/campanhas/eua.php

      Excluir
  12. Parabéns pela iniciativa do hangout!!
    Finalmente uma alternativa inteligente para um domingo a noite!

    ResponderExcluir
  13. Outro tema para discussão seria a doutrinação que existe no atual processo educacional, que transforma crianças inteligentes em universitários idiotas.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Quero perguntar ao Nelson:
    Se é verdade que o MST não existe enquanto pessoa jurídica, ou seja, não pode responder por nenhum tipo de processo jurídico/criminal nem possui nenhum tipo de responsabilidade? Como uma entidade como esta pode receber tanto dinheiro público e em que conta corrente é depositado esses valores? Conta corrente de pessoa física?

    ResponderExcluir
  16. A quem interessa: pode-se ver a criação da reserva Raposa Serra do Sol como uma tentativa para criação de um território nacional sem lei para facilitar manobras esquerdistas para tomada à força do estado, com ajuda dos países socialistas e chavistas da América?

    ResponderExcluir
  17. Índio no MS não é índio. Fora os paraguaios que invadem a terra se dizendo indígenas.

    ResponderExcluir
  18. O que diferencia a pessoa que escolhe ser criminoso daquele que escolhe trabalhar honestamente é uma coisa que se chama CARÁTER.

    ResponderExcluir
  19. O discurso da culpa da vítima alcança contornos absurdos. Estamos caminhando para o viver sem ostentar a própria vida, sob pena de a termos tirada...
    http://direitoeseguranca.blogspot.com.br/2013/02/viva-mas-nao-ostente.html?m=0

    ResponderExcluir
  20. Gostaria de perguntar ao Sr. Nelson o que ele acha do Código Florestal aprovado recentemente. Quais os desdobramentos e implicações da aprovação do texto?

    ResponderExcluir
  21. Gostaria que o Sr. Nelson esclarecesse a ligação dos ambientalistas radicais com a esquerda e o prejuízo ao País (agronegócio).

    ResponderExcluir
  22. A revolução dos Bichos - George Orwell.

    ResponderExcluir
  23. Talvez o Nelson saiba explicar porquê as hidrovias brasileiras não saem do papel.

    ResponderExcluir
  24. Discorram sobre os ativistas do movimento gay. Também há tentativa em dividir e conquistar nisso?

    ResponderExcluir
  25. Uai, nesse sentido, os médicos cubanos do "Mais Médicos" não são escravos? Como ninguém se dá conta disso? Como a nossa imprensa consegue ser tão canalha a ponto de passar isso passar em branco e focar a discussão nessa balela de preconceito e xenofobia?

    ResponderExcluir
  26. Esses debates tem que alcançar a massa de alguma forma. Nós estamos correndo grande perigo.

    ResponderExcluir
  27. A situação das obras de arte estão no site do IBRAM. Um absurdo completo.

    ResponderExcluir
  28. Gostaria que o Nelson mencionasse mais exemplos de casos de trabalho escravo que foram erroneamente detectados no Brasil. Obrigado!

    ResponderExcluir
  29. Como o Bene acabou de dizer a segurança pública está um caos. Existe a possibilidade do PT instituir uma polícia bolivariana nos moldes do que está prestes a acontecer na Venezuela?

    ResponderExcluir
  30. Bene, seu trabalho é primordial com uma visão extremamente clara.
    O você pode fazer é divulgar o nós, que acreditamos nisso, podemos fazer para tentar mudar ou derrubar esta porcaria dessa lei do desarmamento.

    ResponderExcluir
  31. Queridos, muito bom este hangout. Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  32. Coloca uma estatística da audiência dos seus Hangouts! Isso ajuda a entender o crescimento e incentiva a divulgação!

    ResponderExcluir
  33. Valeu, Lobão, Bene e Nelson.
    Bravo, amigos brasileiros!
    A DEMOCRACIA RESISTE!

    ResponderExcluir
  34. Em Prudentópolis - Paraná, 70% da população é descendente de ucranianos. Ainda hoje falam ucraniano. Eles sofreram até os idos de 2004 com os comunistas. Talvez chamá-los para um hangout seja uma maneira de mostrar o ponto de vista de quem já sofreu com o comunismo.



    Existe também a comunidade judaica no Brasil. Eles também devem ter histórias surpreendentes sobre as perseguições comunistas.

    Dá até para fazer um documentário. :)

    Aliás, dá para chamar pessoas de fora também. Exemplos vivos como:
    http://www.youtube.com/watch?v=Ms4NIB6xroc

    Abraço,

    ResponderExcluir
  35. Relato de um produtor rural que teve sua fazenda invadida pelo MST:
    http://fazendaportoseguro.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  36. Abram os olhos população para os governos de esquerda! Aceitar passivamente suas ordens absurdas é deixar um futuro de desespero e tristeza para as proximas gerações.

    ResponderExcluir
  37. Que beleza de hangout!
    Lobão, muito obrigada, esse foi demais, tem que compartilhar para todo mundo!
    É para ontem que todos tem que saber que o socialismo já está avançando no Brasil tal qual um cancer, corroendo por dentro, quando já sabemos que estão invadindo fazendas produtivas e as transformando em favelas rurais. Assim eles vão eclodindo de dentro do país, sem que ninguém fique sabendo o estrago que estão fazendo, até chegar nas periferias das grandes cidades epor aí vai.
    Um passo para sermos uma Cuba. Cusil.
    Socorro!
    Que Deus abençoe vcs!
    abç
    Valéria

    ResponderExcluir
  38. Parabéns por mais esse vídeo Lobão,Bené e Sr.Nelson.

    Só gostaria de dizer em relação ao que o Sr.Nelson disse a respeito de que nenhum governo se sustenta com a fome nas cidades que isso não é bem assim.

    Quanto mais miséria nas cidades e no campo melhor para um governo autoritário,pois pessoas famintas e miseráveis são incapazes de se organização ou se opor a uma tirania.

    Como alguem irá organizar uma revolta ou até mesmo raciocinar com fome?

    Logo quanto mais miséria e fome em uma nação melhor para um governo tirano.

    O PT vai sim tentar destruir o agronegócio e se a fome chegar nas cidades melhor ainda para eles se manterem no poder pois caviar e whisky para a nomenklatura comunista do governo jamais irá faltar como nunca faltou em nenhum país comunista por mais atrasado e miserável que fosse.

    Na Coréia do Norte a população morre de fome no campo e nas cidade enquanto o "grande" e "querido" lider faz orgias e come caviar em seu bunker particular.

    ResponderExcluir
  39. Osvaldo, o nelson disse: "O Osvaldo tem certa razão. Se não houver reação, a fome ajuda para a dominação. Entretanto, a marcha das panelas vazias no Chile foi propícia para mobilizar a reação. Enfim, eles querem destruir o agronegócio, mas cuidado com os pacatos..."

    ResponderExcluir
  40. A alguns dias em decorrência de notícias acerca da criminalidade epidêmica que ocorre em minha cidade(e no país todo, é claro),um comandante da PM orientou as pessoas a sempre andarem em passos rápidos e segurando suas bolsas firmemente junto ao corpo.Também recomendou que não se saia de casa à noite ou madrugada exceto em casos de extrema necessidade.Ora:uma autoridade policial fazer esse tipo de alerta só mostra que estamos sós,o Estado está falido em prover segurança e devemos nos aprisionar em nossas casas,evitando "facilitar" para o ladrão.E o pior é que não podemos nem portar nossas armas para nos defendermos,mesmo que exaustivamente treinados para isso.Dá vontade de ser bandido,tamanha a proteção que o Estado se lhes proporciona.O futuro por aqui é perturbador pois assim,só vai piorar...

    ResponderExcluir
  41. Parabéns Senhores... É diante de canais de comunicação como este que deleito das verdades plenas ! Vida loga Prof. Bene, Lobão e Sr Nelson Barreto, obrigado pela aula de politica e situação geral do pais... estou ansioso pela próximo hangout.
    Aproveito peço licença do espaço para incitar mentes pensantes sobre um blog serio e imparcial de noticias diárias mundiais que encontrei e todo dia dedico um minuto para ler as noticias que nunca iram passar na TV www.marchaverde.com.br

    ResponderExcluir
  42. Lobão
    Nos estados unidos sempre estão acontecendo as chacinas em colégios e em muitos locais públicos e nem por isso o governo desarma a o cidadão..
    por que?
    No brasil - com b minusculo - isso acontece porque o governo quer desarmar o cidadão para ficar muito facil um possivel golpe - milittar ou outro tipo de golpe para tomar o poder..
    Nos estados unidos isso não acontece porque o cidadão pode comprar um AR15 e levar para casa quando quiser..
    Se lá acontecer um golpe militar a população pode ir para rua e lutar porque o cidadão vai estar armado..
    Se isso acontecer no brasil o cidadão vai lutar tambem para se defender com - enxadeco, enxadas, foice etc.. o cidadão vai esta lascado.. aff

    ISSO É bRASIL.

    ResponderExcluir